Implante Zigomático é opção segura e eficaz para casos de Maxilas Atróficas

Implante Zigomático é opção segura e eficaz para casos de Maxilas Atróficas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Você precisa de implantes dentários, mas sofre com a falta de volume ósseo? Conheça o implante zigomático e saiba o que ele pode fazer por seu sorriso e bem-estar.

Este tipo de implante pode ser a solução para reconstruir a dentição de pessoas com perda óssea severa, mas que não desejam ou não podem ser submetidos a tratamentos com enxertos ósseos. Nesses casos a colocação de implantes dentários tradicionais não é possível, por isso os implantes de titânio fixados no osso zigomático são uma excelente opção.

Saiba mais sobre o implante zigomático e como ele pode ajudar a recuperar o seu sorriso em uma só visita à clínica dentária – com o profissional certo, a reabilitação de arcada total pode ser resolvida em apenas 24 horas!

O que é o implante zigomático?

Em uso desde o final dos anos 80 e com um longo e consistente histórico de sucesso, o implante zigomático tem sido aplicado ​​na reabilitação dentária de pacientes com massa óssea insuficiente.

Isso acontece por diversas condições: aumento da perda óssea com a idade avançada (pacientes que perderam os dentes e com dentaduras há muito tempo), doenças periodontais severas, após a retirada de tumores, etc.

O implante zigomático é fixado transversalmente no osso da maçã do rosto, também chamado de osso zigomático – por isso o implante recebe esse nome. Podem ser usados de um a quatro pinos de titânio – mais longos do que os tradicionais, de modo a dar suporte para pontes dentárias completas de arco total.

O procedimento é seguro, especialmente quando realizado por cirurgiões com experiência na técnica, sendo que a cirurgia deve ser realizada preferencialmente sob ambiente hospitalar ou dependendo do caso com anestesia local com sedação endovenosa.

O paciente costuma receber alta algumas horas após o procedimento e, em até 48 horas após a cirurgia, o paciente já estará reabilitado com as próteses fixas provisórias.

Benefícios do uso do implante zigomático

Além de funcionar como uma solução viável para os pacientes com perda óssea severa, os implantes zigomáticos têm uma série de vantagens sobre as versões tradicionais – veja os principais a seguir:

  • Função imediata: por ser um procedimento que dispensa a necessidade de enxerto, os pacientes podem observar os resultados rapidamente, com melhora estética e funcional imediatas. Quando o enxerto ósseo é necessário, os pacientes podem ter que esperar até 18 meses para que a cicatrização completa ocorra antes que as restaurações possam ser realizadas – o que não é necessário com implante zigomático;
  • Recuperação mais rápida: como o processo geral é mais curto, os pacientes precisam de menos visitas ao consultório do que o necessário com os tratamentos tradicionais de implantes. Além disso, eles podem retornar ao trabalho e às rotinas habituais mais rapidamente, porque o tempo de recuperação é significativamente menor;
  • Minimamente invasivo: ao contrário das técnicas tradicionais, o implante zigomático não requer enxerto ósseo – sempre muito invasivo e complexo, o que o torna uma das técnicas mais inovadoras e eficazes.

Como saber se o implante zigomático é a opção certa para você?

O implante zigomático pode ser a opção certa se você já recebeu um diagnóstico anteriormente que apontou um volume insuficiente de massa óssea para os implantes dentários tradicionais.

Independentemente do método utilizado, a cirurgia de implante dentário é um assunto que requer um cuidado especial e o acompanhamento de profissionais altamente capacitados.

“É essencial buscar uma clínica qualificada e que seja referência no setor – A Maxila Center se coloca a disposição caso queira agendar uma avaliação com nossos especialistas. Eles farão uma profunda análise de sua saúde bucal e apontarão o tratamento sobre o tipo de implante mais adequado para seu caso.”